Um goiano de 18 anos inventou uma saída para tornar mais saudável o chocolate, guloseima tão amada pela criançada: criou um produto que não leva açúcar. No lugar, entram vegetais, como couve, ou frutas, como uva.

Créditos: Divulgação

Produto é feito à base de vegetais, como couve, e frutas, como maçã

Gustavo Henrique Rocha teve a ideia aos 15 anos, quando fazia colegial técnico em química. Na época, notou a fissura das crianças de sua família por chocolate – e como elas torciam o nariz para legumes, frutas e verduras.

Uma professora do curso que frequentava o ajudou a desenvolver a fórmula, que ficou pronta no início de 2015.

Créditos: Divulgação

O goiano Gustavo Henrique Rocha, que criou o Nutricandies

O Nutricandies é adoçado naturalmente só com os ingredientes que se combinam com o cacau para fazer o alimento.

São várias as opções de sabor, a maioria delas frutadas: abacaxi, banana, laranja, maçã e uva. Mas há ainda as de beterraba, cenoura e mesmo alternativas para um paladar mais adulto, como couve e rúcula.

O produto flerta também com o público vegano – não tem qualquer componente de origem animal.

Agora, o desafio do empreendedor é ampliar a produção e a distribuição do Nutricandies. “Nosso foco é vender para grandes empresas, em quantidades maiores, para que o preço do produto diminua”, diz.

Créditos: Divulgação

Amostras de chocolate feito com cacau e frutas ou vegetais

Seu objetivo vai além: quer conectar agricultores familiares para torná-los seus fornecedores, incentivando o trabalho desses pequenos produtores. E fazer com que o seu doce saudável ajude na alimentação de crianças carentes.

Ele já recebeu consultoria do programa Social Good Brasil, que promove o uso de tecnologias para colaborar na solução de problemas sociais.

Créditos: Divulgação

Chocolate é feito à base de cacau e vegetais ou frutas

O Nutricandies pode ser comprado pela internet. O pote de 50 gramas – três torradas acompanham o kit – sai por cerca de R$ 6.

Por QSocial