Quem se lembra de um comercial em que a pessoa ouvia uma voz vinda de dentro que dizia: “Ei, sou eu, seu estômago”? Pois quem vai falar, agora, é o seu sorriso: um sensor no dente vai entregar, em tempo real, aquilo que você comer ou beber.

Não é um novo tipo de adereço bucal mas sim um sensor no dente para identificar o que se bota pra dentro

Créditos: Reprodução/SilkLab/Tufts University

Não é um novo tipo de adereço bucal mas sim um sensor no dente para identificar o que se bota pra dentro

Foram pesquisadores da Escola de Engenharia da Universidade Tufts, de Medford/Somerville, Massachusetts (EUA), que desenvolveram sensores miniaturizados que transmitem, para um dispositivo móvel, informações sobre ingestão de glicose, sal e álcool, em autêntica tecnologia sem fio (não o dental).

A grande vantagem do aparato passa por suas dimensões diminutas. Com um tamanho de 2 mm x 2 mm, ele pode de fato ser alocado em um único dente.

E tamanho, no caso, de fato não é documento. O microssensor, em toda a sua pequenez, é constituído de três camadas, sendo que a central é que detecta as substâncias químicas dos nutrientes. De acordo com o componente que absorve, ela adquire determinadas propriedades elétricas, que vão culminar em uma transmissão por radiofrequência que indicará qual o tipo de substância ali presente.

As camadas externas do esquipamento são dois anéis de ouro em forma de quadrado. O dourado, inclusive, pode ser útil caso alguém pergunte a respeito do “quadradinho” no dente e o usuário queira responder que é um enfeite. Ou podemos dizer que um dente de ouro, agora, tem outra função no sorriso: controlar o que se bota pra dentro.

Leia também: Escova de dente toca músicas para incentivar crianças

Por QSocial